segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

O que você quer ser quando crescer?

Aproveitei que não tinha alunos agendados para hoje e resolvi passar a limpo algumas coisas do meu caderno de rascunhos do semestre passado. Uma de minhas colegas de trabalho estranhou, visto que as aulas só voltam daqui a duas semanas, e me perguntou o que tanto estudava. Espantada, me perguntou porque eu era tão aplicada. Sem pestanejar, respondi: quero ser professora. Se pretendo transmitir conhecimento, preciso estar segura desse conhecimento.

E aí me caiu a ficha.

Comecei a dar aulas há pouco menos de dois anos e meio, por precisar trabalhar e constatar que a única coisa que eu sabia fazer bem era falar inglês. E, até então, essa era uma carreira que nunca me passou pela cabeça seguir.

Sempre que me perguntavam o que eu queria ser quando crescer, na época em que ainda me perguntavam dessa forma, eu dizia que queria ser jornalista. Ou escritora. Quando me perguntavam se gostaria de ser professora, fazia uma careta de desprezo. Hoje não me imagino longe do quadro, fora dessa rotina de preparar aulas e aplicá-las e acompanhar o desenvolvimento dos alunos.

Bem, ainda quero ser escritora. Mas acho graça notar que uma profissão que me desagradava tanto seguir, no passado, hoje se mostra como minha primeira opção. Da mesma forma, não consigo me imaginar trabalhando como jornalista, coisa que, desde a 5a série, era algo que eu almejava alcançar.

As pessoas mudam, amadurecem. Frequentemente abrem mão de seus sonhos de infância para viver uma vida mais rentável. Mas sempre se perguntam, e se tivesse sido de outra forma?

Percebi que sequer essa dúvida eu tenho. Num futuro um pouco mais distante, talvez ela surja. Mas não hoje, quando trabalho com o que amo, por mais mal remunerada que seja, por mais estressada que eu fique ao fim do dia.

O gosto pelas palavras me trouxe para Letras. O gosto por ensinar - descoberto a relativo pouco tempo - me trouxe onde estou hoje. Aonde mais essas duas coisas me levarão?

E você? O que queria ser quando crescesse?

2 comentários:

Aline Barbosa disse...

Vc é um guria sortuda, então,
por trabalhar com o que ama...

Na verdade, a maioria dos professores que conheci sempre foram apaixonados pela sua carreira...
Não sei se essa é uma coisa comum entre professores (ou se eu tive sorte de encontrar pessoas assim) mas é fato que
já ouvi muito "não me imagino longe do quadro"...

Enfim... Eu não sei exatamente o que quero ser qdo crescer... xD

Bjo!
\o7

KêDy disse...

Bem eu queria ser Arquiteta e também abandonei o sonho por causa das 6 matérias de matematica que o curso tem....rsrsrrs

legal e que bom que hj vc já sabe o é e naoo que vai ser...

legal